Historial

A colectividade de cultura e recreio denominada União Atlético Povoense foi fundada no dia 1 de Maio de 1942, por um pequeno grupo de habitantes da já então populosa freguesia da Póvoa de Santa Iria (elevada à categoria de vila em 1985 e à de cidade desde o dia 1 de Novembro de 1999, por força do decreto-lei nº 54/99 de 24 de Junho do mesmo ano), do concelho de Vila franca de Xira, situada às portas de Lisboa, na margem norte do rio Tejo. O Clube tem os seus Estatutos aprovados desde 23 de Maio de 1942 e publicados no “Diário do Governo”, nº 223 de 23 de Novembro de 1944.
Nesse histórico primeiro dia de Maio, num pequeno armazém da firma “Pereira e Bessa”, na Rua da República (onde é hoje o Cachené), apadrinhou-se com um beberete o nascimento do Clube. A equipa vestia-se de amarelo e vermelho e enfrentava os seus adversários no campo que é hoje de “António Cardoso”, por vezes com lama até ao joelho.

Até ao local que é hoje a “Sede da Bola”, as chamadas decisões de secretaria passaram pelo que é hoje a sapataria do Monteiro, na Rua da República, pelo 1º andar da antiga Taberna da Viúva do Zé Cocheiro, no Largo do Pombinha e hoje café, e pela actual Av. Isidoro Costa, também conhecida pela rua do Cais, num local que já foi ferro velho e é hoje restaurante.

Já com o actual nome de União Atlético Povoense, o primeiro título surgiu na época de 1949/50, na categoria de reservas. No entanto outros troféus se seguiriam que viriam enriquecer o património e o orgulho dos povoenses.


Equipa 1958

A 13 de Maio de 2000 foi inaugurada, por ocasião das comemorações do 58º aniversário do Clube, a nova Sede Social, em cerimónia que contou com a presença de diversas individualidades como o Sr. Secretário de Estado da Administração e Ordenamento do Território, Dr. Pedro da Silva Pereira, e a Sra. Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, Maria da Luz Rosinha.

Os símbolos do União Atlético Povoense são: as cores encarnada e amarela, representadas num escudo bipartido encimado por uma coroa de castelos dourados, inspirados na Quinta do Marquês de Abrantes, e a representação de uma bola de futebol de cor castanha na qual estão inseridas as iniciais UAP.

Presentemente, este Clube, com mais de dois mil associados e cerca de mil praticantes nas suas diversas modalidades, prepara-se para a maior aventura com o projecto, já em construção e não muito longe do término, de um impressionante complexo desportivo composto por dois campos de futebol, um relvado e um sintético, balneários e uma pista de atletismo que, juntando ao pavilhão polivalente em construção na Escola EB 2/3 Aristides de Sousa Mendes, dotará o Clube de condições excepcionais para a prática das mais distintas actividades.
 

> continua...